quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Batista admitem que domingo é tradição pagã

O Dr. EDWARD T. HISCOX, autor de um Manual da Igreja Batista, numa conferência para ministros da denominação batista, realizada cm Nova York, no dia 13 de novembro de 1893, leu extenso discurso sobre a mudança do sábado para o domingo.
.
Um discurso magnífico, de que não me furto ao prazer de citar trechos para os amigos batistas que nos combatem aqui no Brasil. Esse discurso foi parcialmente reproduzido no The Watchman Examiner, órgão batista editado em Nova York, edição de 16 de novembro de 1893.
.
Eis alguns trechos reproduzidos ipsis verbis, como constam do jornal em apreço:
.
"Havia e há um mandamento para santificar-se o sábado, mas aquele sábado não era o domingo. Será dito, talvez, e com ostentação de triunfo, que o sábado foi transferido do sétimo para o primeiro dia da semana, com todos os seus deveres, privilégios e sanções.
.
"Desejando ardentemente informações sobre este assunto, que tenho estudado por muitos anos, pergunto: Onde se pode achar o relato de tal transferência? Não no Novo Testamento, absolutamente não! Não há na Escritura evidência de mudança da instituição do sábado, do sétimo para o primeiro dia da semana.
.
"Desejo dizer que esta questão do sábado – deste ponto de vista – é a questão mais séria e embaraçosa relacionada com as instituições cristãs que atualmente reclamam a atenção do povo cristão; e a única razão por que não é ela um elemento de perturbação no pensamento cristão e nas discussões religiosas, é porque O MUNDO CRISTÃO A TEM ACEITADO com a convicção de que se efetuou qualquer transferência já no princípio da história cristã. ...
.
"É para mim incompreensível que Jesus, vivendo durante três anos com Seus discípulos, conversando com eles muitas vezes sobre a questão do sábado, tratando-a nos seus vários aspectos, ressalvando-a das falsas interpretações, nunca Se referisse a uma transferência desse dia; mesmo durante os quarenta dias de vida após Sua ressurreição, tal coisa não foi indicada. Nem tampouco, quanto ao que saibamos, o Espírito Santo, que fora enviado para lhes fazer lembrar tudo quanto haviam aprendido, tratou desta questão. Nem ainda os apóstolos inspirados, pregando o Evangelho, fundando igrejas, aconselhando e instruindo, discutiram ou abordaram este assunto.
.
"Além disso estou bem certo de que o domingo foi posto em uso como dia religioso, bem no princípio da história cristã, pois ASSIM APRENDEMOS DOS PAIS DA IGREJA e de outras fontes. MAS QUE PENA TER VINDO ELE ESTIGMATIZADO COM A MARCA DO PAGANISMO E CRISMADO COM O NOME DO DEUS SOL, QUANDO ADOTADO E SANCIONADO PELA APOSTASIA PAPAL, E DADO AO PROTESTANTISMO COM UM LEGADO SAGRADO." (Grifos e versais nossos).
.
Aí está uma confissão honesta. O domingo não tem sanção escriturística. É invenção humana e procede de fonte impura: paganismo.
.
Vamos citar outra confissão honesta relativa à origem extrabíblica do domingo, feita por outro renomado pastor batista e, notem bem, da Primeira Igreja Batista de Dayton, Estado de Ohio, EE. UU. Extraímo-la do The Watchman Examiner, órgão oficial da denominação batista, edição de 25 de outubro de 1956.
.
O Pastor ALBERT CALHOUN PITTMAN declara textualmente:
"... aqueles primitivos cristãos sentiram a necessidade de se reunirem em tempos aprazados para a adoração. Assim começaram a se reunir no primeiro dia do semana, para comemorarem a ressurreição de Cristo dentre os mortos.
.
"Primitivamente reuniam-se no domingo de manhã porque a domingo não era um dia feriado MAS SIM UM DIA DE TRABALHO NORMAL como os demais. Em uma carta escrita por Plínio ao imperador Trajano, e que tem sido preservada, lemos que aqueles antigos cristãos tinham uma breve reunião ao romper do dia no primeiro dia da semana, cantavam um hino a Cristo, ligavam-se por um voto de companheirismo, partilhavam uma merenda religiosa e EM SEGUIDA RETORNAVAM AO SEU TRABALHO, para os seus labores da semana." (Grifos e versais nossos, para realce) Isto quer dizer que o ilustre ministro batista concorda com a realidade histórica; com o fato indestrutível: O DOMINGO É INVENÇÃO HUMANA!!!
.
Aqui mesmo no Brasil ocorreu, há 40 anos um fato interessante. Os batistas, movidos de espírito polêmico atacavam, pela imprensa, o aspersionismo e o pedobatismo pelo fato de um órgão presbiteriano defender essas práticas. Num desses ataques, O Jornal Batista aventou a idéia de que não há na Bíblia prova taxativa para justificar o batismo de crianças, e isso era uma razão para não o aceitar.
.
Em réplica, O Puritano, órgão então oficial da Igreja Presbiteriana do Brasil, editado no Rio em edição de 7 de maio de 1925, afirmava: "Se, pelo fato de não termos na Bíblia uma prova absoluta e taxativa para o batismo infantil, isto tira o valor da doutrina, diga-nos aqui à puridade o bom do Jornal [órgão batista]: em que fica o colega com a guarda do domingo e não do sábado? Pode o colega mostrar no Novo Testamento, de modo positivo, um mandamento para mostrar a guarda do domingo? DAMOS DOIS MIL CONTOS ao colega se no-la apresentar. ..." (Grifos e versais nossos).
.
E o órgão batista mudou de conversa... perdeu ótima oportunidade de abocanhar dois milhões de cruzeiros, naqueles tempos... Por quê? Porque a guarda do domingo, bem como o aspersionismo e o pedobatismo, são práticas pagãs que se infiltraram na igreja cristã. Gradativamente, em função da apostasia e da acomodação com o Estado. É o que nos diz a História. Mas a nossa regra de fé é a Bíblia, e o que nela não consta, deve ser rejeitado.
.
Bem, noutro tópico eu chamei a atenção do nosso irmão Marlington quanto ao uso da palavra "hipócrita" que creio ser muito severa. Acho que seria melhor dizer "incoerente", pois realmente se aceitam a validade e vigência do 4o. mandamento como princípio originário da criação do mundo, portanto moral e universal, então não há porque acatar o que vem da mera tradição católica, como é o domingo. E, pior, vem do mais negro paganismo, como pastores batistas admitiram.
.
Azenilto de Brito, Bessemer, Ala., EUA

9 comentários:

chicobiblia disse...

Condordo com o seu artigo, que é bastante esclarecedor.

Alguém por trás disse...

É muito bom se esconder atrás de um blog, e começar a falar heresias e citar de maneira antiética o nome de outra denominação. Batistas são libertos pela graça e não estão mais presos a leis, pois o Sangue de Cristo foi derramado para que estivessemos livres disso. Agora me responda, Deus se agrada mais d q: daqueles que no sábado estão presos confortavelmente em suas igrejas se achando os únicos salvos, ou aqueles que independente de dias estão inquietos com os q estão escravos do pecado e se movem incessantemente a favor deles? Sou Batista, prego o evangelho e aprendi com Jesus que sou livre para adorá-lo e viver suas promessas! Sou salva, pq aceitei a Jesus e não ao Sábado e vivo plenamente agraça d Deus. No dia que vc conhecer, vai saber do q to falando. A paz!

Sulamita disse...

Á Alguém por trás,
Querido(a), quero dizer-lhe que você é amado no Senhor Jesus e precioso aos olhos de Deus, o Senhor tem te chamado para ser luz. Fiquei feliz pela sua defesa apaixonada de sua denominação, eu sou Adventista do Sétimo Dia, e me chamo Sulamita Marinho. Sei que o Senhor Jesus pelo seu infinito amor e pelo poder de sua Palavra, há de te abençoar amado(a) com a revelação de sua graça infinita. Continue lendo e estudando a bíblia e peça de Deus revelação, como Saulo que defendia a verdade que acreditava e teve do próprio Jesus o chamado para ser o Apóstolo dos gentios, e ser Paulo o grande defensor da verdade de Deus, assim faça um propósito com Deus e peça pela autoridade do nome de Jesus, com sinceridade de coração que Ele te revele a sua VERDADE que liberta. Deus te abençoe muitíssimo ! Espero encontrá-lo no céu, de todo meu coração.

Sonia disse...

Parabéns amado irmão pela bela postagem. Devemos sim deixar todo paganismo que nos cerca e viver a palavra de Deus tal como ele é. Deus criou o mundo em 6 dias e no 7º descansou e nos deu esse mandamento. O sétimo dia é um memorial da criação. E se somos servos de Deus somos livres para fazer a sua vontade e não livres para aceitar o paganismo. Deus o abençoe grandemente.

Markus Suíço disse...

Cristo ressuscitou no sábado, não no Domingo!
A ressurreição no Domingo é uma grande mentira

http://luzdosabado.jimdo.com/

Markus

asklein disse...

Pq Jesus escolheu o sábado pra trabalhar e não o guardou ?????

Pastor Silas Mariano disse...

Muitos estão seguindo decisões de homens tomadas a muito tempo e deixando a palavra de Deus de lado,Jesus veio ensinar a Palavra de Deus ,não mudar as coisas do Pai.O homem tem o dom de ir contra a santa palavra.Acreditam menos em Deus e mais em homens.Deus abençoe a todos,voltemos para a a bíblia.

Antonio Jose Ribeiro Neto disse...

Vocês adventista e sabadistas de outros credos falam muito em lei, é o tempo todo falando em lei.Falam mais em lei do que Jesus como Salvador. Jesus aboliu a lei na cruz. Tudo o que alguém falar contra mim com certeza vai atingir a pessoa e o ensinamento do apóstolo Paulo, porque foi ele que ensinou que a lei já morreu. “Porque eu pela lei estou morto para a lei, para viver para Deus”GL.2.19. Então obedecer o quê da lei? Amigo para quê vou obedecer a lei se eu estou morto para lei? Não só estou morto para a lei como também para o mundo. “Ora a lei não é da fé...” GL.3,12. Para que vou obedecer a lei se a lei não é da fé? “O justo viverá da fé” Assim como Cristo nos resgatou do mundo, também nos resgatou da lei. “Cristo nos resgatou da maldição da lei...” GL.3.13. Para sermos livres da lei e de sua maldição, Jesus teve que nos resgatar, do contrário não seríamos salvos. Paulo ainda reforçou que para sermos adotados como filhos de Deus, Cristo teve que remir os que estavam debaixo da lei. “Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.”GL.4.5. Há dezenas de versículos que o apóstolo Paulo fala contra a lei sua maldição e sua desativação. Mas não quero estender sobre esse assunto Há dezenas de versículos que Paulo apóstolo falou atacando a lei. Mas quando vocês falam em lei, (alias vocês falam em lei e sábado o tempo todo, fala mais em lei e sábado do que de Jesus como Salvador, como se esses dois itens salvasse a alma do pecador. Que coisa terrível como agem as seitas no mundo heim !)

Postei esse pequeno comentário para defender o povo de Deus das heresias dos mórmons, das testemunhas de Jeová, do catolicismo, e dos atuais sabadistas. E por que vocês ao acusarem os outros que não guardam o sábado, por que vocês negam e desprezam e não guardam o shabat que o povo judeus guardam? alias vocês não guardam o verdadeiro sábado chamado de shabat e sim apenas descansam seus corpos no sábado gregoriano. Vocês adventistas e mais os outros sabadistas podem ter certeza: enquanto estiver esses versículos nas bíblias de vocês, vou perguntar sempre para algum adventista ou para algum sabadista de outra seita, por que os sabadistas não guardam o sábado cerimonial, que o Senhor Deus ordenou? Esses textos sagrados está tão claro, LV. 23. 2-4. Os versículos diz assim: "Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: as solenidades do Senhor ,serão santas convocações; estas são as minhas solenidades: seis dias obras se fará, MAS AO SÉTIMO DIA , será o sábado do descanso, santa convocação;nenhuma obra fareis; sábado do Senhor é em todas as vossas habitações" No entanto se eu tenho espírito acusador aqui está a minha acusação; e a minha acusação é essa; Por que fogem desses destes versículos? Sejam honestos. Enfrente esses versículos da palavra que apresento aqui que não é o meu próprio argumento e sim esses textos. Os versículos apresentados aqui fala do sábado do sétimo dia como sendo um sábado cerimonial e não moral. Nesses versículos fala de solenidades e solenidade é cerimônia. E outra coisa vocês sempre ensinam, que o sábado cerimonial foi cumprido e abolido na cruz, ora se o sábado cerimonial que fala em LV.23.2-4. foi abolido na cruz, então nesse caso foi justamente esse sábado solene ou cerimonial do sétimo dia, que está nesses versículos que acabei de citar, que foi abolido na cruz; se foi abolido na cruz, por que vocês ainda pregam que tem que guardar o sábado? E foi justamente o próprio Deus quem chamou o sábado do sétimo dia de cerimonial. Percebo que há uma forte contradição nessas seitas sabadistas. Eu acho que é uma decepção para os seguidores do sabadismo gregoriano.

wellen millena disse...

Mateus: 5. 17. Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.
João: 14. 15. Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.
Marcos: 10. 19. Sabes os mandamentos: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; a ninguém defraudarás; honra a teu pai e a tua mãe...
1 João: 2. 3. E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos.
2 João: 1. 6. E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, para que nele andeis.
1 João: 2. 7. Amados, não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tendes desde o princípio. Este mandamento antigo é a palavra que ouvistes.


OS DEZ MANDAMENTOS

Êxodo: 20. 1. Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: 2. Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. 3. Não terás outros deuses diante de mim. 4. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. 5. Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. 6. e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos. 7. Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão. 8. Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. 9. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; 10. mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. 11. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou. 12. Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá. 13. Não matarás. 14. Não adulterarás. 15. Não furtarás. 16. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo. 17. Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.


1 João: 2. 4. Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade;

1 João: 5. 2. Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, se amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos.

Apocalipse: 12. 17. E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo.

Apocalipse: 14. 12. Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.